Como importar Widgets do Fluig

A construção de Widgets no fluig é realizada quando se deseja fazer um desenvolvimento mais avançado na plataforma.

Aprenda aqui uma forma alternativa de dar manutenção em widgets do Fluig que você perdeu acesso ao código Original.

Pode ser comum você precisar ajustar um widget, porém não possui os códigos que foram compilados.

Por padrão, até a data de hoje, não é possível importar o Widget utilizando os recursos que a plataforma de desenvolvimento Eclipse + Plugins do fluig oferecem.

Uma forma alternativa é utilizar um software de extração de texto, como o 7-zip e copiar alguns arquivos do fluig.

De posse do software extrator de arquivos copie o arquivo que representa sua widget na pasta C:\fluig\appserver\apps

Este widget está no formato .WAR e você deverá ser capaz de identificar qual precisa trabalhar.

Copie este arquivo para uma área segura ( não é recomendado alterar nada dentro das pastas do fluig, a não ser que você saiba o que esteja fazendo.

Extraia o arquivo copiado e utilize os arquivos gerados para recriar a widget.

Como medir a velocidade da internet utilizando Python e armazenando seus dados em um backend nocode.

Acompanhei um post no LinkedIn, onde a autora Bárbara descreve como ela utilizou o Python para analisar a velocidade da internet de sua residência.

O código dela pode ser observado neste repositório: https://github.com/bguerbas

No mesmo repositório ela indica como instalar a solução.

Armazenando os dados em um backend nocode.

O Xano, como pode ser visto neste artigo , é um backend nocode que venho acompanhando nos últimos meses.

Pela simplicidade e pelo modelo entidade relacionamento, me identifiquei com a plataforma. Apesar de simples é uma plataforma também robusta.

Após testar o código da Bárbara fiz uma ramificação para meu GitHub e adaptei o projeto dela para comunicar ao servidor Xano.com.

Obs. Não foi necessário configurar autenticação a este projeto, por se tratar de um conteúdo educacional, busquei manter a simplicidade, mas futuramente será adicionado.

Criar as tabelas.

Acesse o Xano.com e crie uma tabela, clicando em Database > Add Table.

Criando uma tabela no Xano.com
Criando uma tabela no Xano.com

Preencha os campos conforme a imagem abaixo e mantenha a opção ADD BASIC CRUD ENDPOINTS marcado.

Adicionar Tabela no Xano.com

Defina agora os campos conforme exibidos abaixo ( Observação: Os campos id e created_at são criados automaticamente ) :

Clone o projeto do meu repositório: https://github.com/willianmascimiano/SpeedTest

Abra o arquivo XanoAPI.py e substitua a variável base_url pela disponível nesta tela abaixo (API ENDPOINTS)

No método POST clique em Copy Endpoint Link.

Tela de apis do Xano.com

Com o link base em mãos substitua a variável base_url dentro do arquivo XanoAPI.py

import requests



# Acessar https://xano.io/1zgzwnvj e criar uma instância. 
base_url= "https://my_url/speedtest"

def speedTestRecordSave(data_atual,hora_atual,velocidade):
    requests.post(base_url, data={'data':  data_atual, 
                                'hora':hora_atual, 
                                'velocidade' : velocidade
                                })

Resultado

Após configurado execute o aplicativo, com o comando python3 TestSpeed.py e acompanhe no painel do Xano.com os valores sendo preenchidos.

Palavras Chave

Medir internet com python

Medir velocidade da internet com Python